Posts com Tag ‘Cigano’

Que cacete!!!!  Meu palpite para a principal luta da noite do UFC 155 era um combate finalizado por um soco bem colocado. O  palpite não está totalmente errado. Após este pequeno “carinho” demonstrado por um direto aplicado pelo mexicano de coração Cain Velasquez (foto ao lado), Cigano apertou o botão “Lango Lango” e foi assim até o último segundo da luta.

Assisti a luta agoniado por ver o brasileiro naquela situação. A cada minuto que passava, Cigano parecia mais pesado. Os socos não encaixavam, as combinações eram previsíveis e suas luvas pareciam pesar 50 kg.

Durante a luta, a crítica “comeu solto” no Twitter e Facebook. O assunto foi rapidamente para os TTs, com várias opiniões sobre uma possível compra da luta. (O que me obriga notar que nós brasileiros em algumas situações agimos como mal perdedores por não valorizar a atuação do adversário).

Confesso que não compreendi a direção que Cigano tomava no combate. Em todas as quedas de sucesso de Cain, o brasileiro insistia em se levantar, ignorando a faixa preta de Jiu Jitsu conquistada no mesmo mês do evento. Em um depoimento após a luta Junior dos Santos falou ao Portal do Vale Tudo sobre isso e assumiu o erro na estratégia:

Acho que o que complicou foi eu não ter uma estratégia minha. Eu fiquei muito preocupado em evitar a estratégia dele, pensar no que ele ia fazer, e acabei ficando sem saber o que eu iria fazer(…)”.  “Devia ter usado meu jiu-jitsu, não ter tentado levantar toda hora, mas o pessoal ficou pedindo para eu levantar. E quando eu ficava tentando defender as quedas, ele me batia no rosto. Eu não consegui conectar um único golpe nele. Não tive a chance de acertá-lo em nenhum momento” .

Velasquez por sua vez, mostrou o porque é dono do cinturão mais “carrasco” do evento! O cara mandou bem na trocação, mostrando um portfólio de sequências de socos, dominou o combate no chão com seu Wrestling afiado, seu Clinch acompanhado por várias sequências de socos, que foram bem agressivas. O combate inteiro ele se manteve no domínio absoluto, esbanjando resistência para pressionar do começo ao fim, não deixando um espaço sequer para o brasileiro respirar. Após 5 rounds, até um leigo sabia que Cigano havia sido derrotado por pontos.

 

Anúncios

junior-cigano-e-cain-velasquez-UFCÚltima semana do ano finalmente chegou e além do reveillon, a expectativa é a luta da categoria mais difícil do UFC, o peso – pesado! Junior Cigano dos Santos cedeu revanche à Cain Velasquez e eles irão ser os protagonistas da noite no último evento do ano, na edição 155 do Ultimate Fight Championship!

Vamos fazer uma pequena comparação entre os dois atletas para termos uma idéia do que pode acontecer no grande dia!

JUNIOR CIGANO DOS SANTOS tem 28 anos, 1.93 de altura, 108 Kg e tem o boxe como a sua formação nas artes marciais. As modalidades praticadas pelo lutador atualmente é o Boxe, Kick Boxing, Jiu Jitsu e Wrestling. Seu histórico no UFC é invejável. 15 vitórias e 1 derrota em seu cartel. De 826 golpes executados no Ultimate, o brasileiro conseguiu aplicar 407 tentativas bem sucedidas, ou seja, 48% de acertos, quase a metade das tentativas. Dos 407 acertos, Dos Santos concluiu 318 deles em pé e 89 golpes no chão e evitou 63% de golpes de seus oponentes, ou seja, é um bom golpeador e um ótimo defensor.

Cigano não tem o costume de trabalhar suas lutas no chão, por isso Junior dos Santos teve sucesso em 3 quedas de 4 tentativas. Suas defesas de queda tem sido excelente. 88% total de quedas evitadas.

Cain_Velasquez_500x325CAIN VELASQUEZ tem 30 anos, 1.85 de altura e pesa 109 Kg. tem o cartel inferior ao brasileiro em números de lutas. De 11 lutas, o mexicano venceu 10 e perdeu apenas 1. Sua derrota foi responsabilidade de Junior Cigano pela disputa do cinturão, no UFC on FOX.

Cain Traz uma vasta experiência em Jiu Jitsu, Kick Boxing e Wrestling, receita para que o lutador tenha um bom desempenho na trocação, como também na luta no solo.

Velasquez teve 545 tentativas total de golpes no Ultimate e conseguiu concluir 328. Dos golpes concluídos 81 deles foi em pé, 61 no clinch e a maioria no solo, com 186 golpes. O lutador teve até hoje 65% de golpes evitados.

Na tentativa de levar o oponente ao solo, Cain tem o número superior ao de Cigano. De 24 tentativas o mexicano levou os oponentes ao chão por 16 vezes e evitou 71% das tentativas de leva-lo ao solo.

A luta entre Cigano e Velasquez provoca uma dúvida em todos. Será que o combate irá se dirigir para a trocação ou será uma luta no solo?

E aí, deu para imaginar como pode ser o combate entre os dois lutadores? Qual o seu palpite?

Fonte:UFC.com

Em dezembro vamos assistir toda a fúria do mexicano Cain Velasquez contra Junior Cigano! Velasquez, que perdeu no ano passado a posição de número 1 do ranking e o cinturão na categoria  Peso -Pesado para Cigano, assumiu que faz força para “engolir” a derrota para o brasileiro por nocaute no primeiro round.

Para quem não viu a luta, Cain foi para a lona depois de tomar uma direita bem colocada. O mexicano mesmo “out” tentou evitar a queda depois de tomar um cruzado de direta na fonte, mas não teve jeito. Junior dos Santos foi para cima e o juiz foi obrigado a interromper o combate. Confira abaixo.

Minha opinião é polêmica sobre alguns casos onde a vitória não foi convincente! Tivemos a luta entre Vitor Belfort e Anderson Silva, onde o combate se definiu após um chute frontal bem colocado por Anderson em Belfort no primeiro assalto. Vitória merecida ao Spider, mas nada tão técnico como o o encontro prometia. Como um torcedor que aprecia um bom duelo, tenho que torcer por uma nova chance de confronto entre os dois, já que Cain está tendo uma nova oportunidade contra Junior Cigano dos Santos.

Estou muito curioso para ver a revanche do Peso-Pesado. Muitos acreditam que dessa vez Velasquez tentará um combate no solo, já que não vimos a performace de Cigano com as técnicas do Jiu Jitsu.

Assista abaixo o trailer do grande duelo!!!

image Parece que as coisas estão se encaixando. Sabe aqueles duelos que colocamos nos jogos de vídeo game, como uma forma de “assistirmos” um combate entre dois grandes nomes do UFC? Pois parece que iremos parar de imaginar uma luta entre Anderson Silva e Jon Jones. Bones está caindo na real de que o público quer ver e viver uma luta entre os dois campeões absolutos em suas categorias e concorda em ir para o combate, apesar de afirmar que não gosta da idéia de ser o cara que vai parar Anderson Silva, ou vice-versa. Já Anderson Silva parece não levar a sério essa possível realidade e sempre usa sua “esquiva” para dribar as perguntas dos jornalistas. Sua resposta foi bem humorada ao afirmar que lutaria contra o americano se o chefão D. White colocasse 50% do UFC em seu nome!

Analisando rapidamente um possível duelo entre os dois, percebemos que esse combate poderia vir com o rotulo de ” A luta do século”, já que os dois carregam um nome muito significativo no mundo MMA.

Jones tem a maior envergadura do UFC, cotoveladas violentíssimas e golpes inesperados. Já Spider tem contra-golpes precisos, excelente boxe e uma impressionante movimentação de pendulo e esquiva.

Uma outra luta que pode acontecer caso o campeão faça sua tarefa contra Cain Velasques em dezembro e nos próximos combates até meio de 2013, é Jones contra Junior Cigano dos Santos. O campeão do meio-pesado deseja subir a categoria no final de 2013 e, caso Cigano consiga se manter como primeiro do ranking do peso-pesado até lá, podemos ver o brasileiro Junior dos Santos e o americano Bones frente-a-frente no octógono!

Essa edição do UFC teve um charme diferente. Estamos sempre acostumados a dormir tarde até concluir todos os combates da edição. Desta vez a tarefa era acordar cedo no sabado e adivinha só: A luta acabou no primeiro round com um soco muito bem colocado, após um contra-golpe aplicado pelo vietnamita Cung Le.

Confesso que não entendi  o que havia acontecido. Apenas ví Franklin caindo igual um tomate. No replay que consegui entender a potência do soco de Cung Le. Sabe quando um jogador de basquete demonstra conciência ao arremessar a bola ao cesto em um lance-livre? Foi exatamente da mesma forma que fez o vietnamita. Após o ataque de Rich Franklin com um chute esquerdo baixo, Le aplicou um cruzado de direita no contra-passo de Rich, que caiu na hora… sim, literalmente!!! (Confira fotos no final do post)

Foi uma luta bem estudada entre os dois ex- campeões dos médios: Rich Franklin do MMA e Cung Le do Strike Force.Para muitos, a vitória de Cung Le  pode não ter convencido totalmente porque o combate acabou em um golpe muito  bem colocado. Bom, se analizarmos dessa forma, Junior Cigano dos Santos e Anderson Silva não seriam os atuais campeões das respectivas categorias no UFC pois ambos obtiveram vitórias importantíssimas: Anderson Silva com um chute certeiro no queixo de Vitor Belfort e Junior Cigano com um soco bem colocado no mexicano Cain Velasques.