Posts com Tag ‘Daniel Cormier’

ufc-187

Nota do autor: Sábado o UFC irá viver o card mais polêmico e, consequentemente, um dos mais importantes (senão o mais) de 2015. Isso porque a edição 187 irá dar o desfecho de muitos debates e discussões que perseguiram este evento. Temos muitas perguntas sem respostas. Como Vitor Belfort irá se sair após o corte de seu tratamento de reposição hormonal? O Weidman fará o que para brecar o ímpeto de Vitor? Quem será o novo campeão da categoria dos Meio-Pesados? Sábado a noite teremos todas as respostas. Até lá, tome muito maracujá.

—————————————————————————————————————————————–

Para você sentir a importância deste card, abaixo vão 8 motivos para  não perder o UFC 187 por nada:

1) O UFC 187 definirá o novo campeão dos Meio-Pesados, em meio a uma polêmica que envolveu o, agora ex campeão, Jon Jones.

***[“Fique por dentro”: Jon Jones, era campeão dos pesos Meio-Pesados e se envolveu em muitas polêmicas jon-jones.opxr-44953-mid1desde o ano passado. Foi em agosto, quando  Jones brigou com seu rival (na época era Daniel Cormier)  no Lobby do MGM Hotel e Cassino, em Las Vegas.  A chibatada custou  $50 mil dólares de multa, mais 40 horas de serviços comunitários no lombo de campeão. Já Cormier pagou a metade da pena pois a bolsa do campeão era mais valiosa que a dele. O segundo deslise foi quando detectou-se cocaína nas veias de Jon Jones. Isso foi revelado através de um teste feito  no dia 4 de dezembro do ano passado.  Coisa tranquila para um campeão, né?!   :/ .  Ele não foi penalizado pois o UFC considerou a droga como fins recreativos, consumida fora do esporte. Para completar a lambança,  Jon ‘Bones’ Jones colidiu o seu carro com o de uma senhora grávida. VUPT!!! Ele sumiu do local do nada e não prestou socorro para a gestante, que quebrou o braço e quase desmaiou. Não feliz, o fanfarrão voltou para pegar a grana que tinha esquecido e o cachimbo de maconha que, na adrenalina, tinha ficado em cima do banco do passageiro. Um policial a paisana o reconheceu e a partir dali, a fila de dominó começou a ser derrubada. O patrão, Dana White, resolveu puni-lo radicalmente, tirando-o o cinturão para disponibilizar o título entre o desafiante atual (Anthony Johnson)  e o último desafiante ao título dos Meio-Pesados (Daniel Cormier). Sábado saberemos quem sentará no trono de uma das categorias mais disputadas do Ultimate].

2) A luta será  na cidade-matriz da Zuffa, Las Vegas. Ou seja, no território do UFC. Muitas celebridades e apostadores estarão presentes, o que faz a organização investir mais em mídias e ações promocionais;

maxresdefault***[“Fique por dentro” – Zuffa é a empresa que detém os direitos do Ultimate Fight Championship (UFC) desde 2001. Foi através dela que os irmãos Fertitta usaram suas influências na cidade que é considerada a Meca do esporte no mundo. Desta forma os dirigentes conseguiram incluir facilmente o evento dentro de cassinos de Las Vegas. A expectativa é que a arena esteja lotada e que seja um dos maiores cards do ano].

3) Vitor  ‘The Phenom’ Belfort teve seu tratamento de reposição hormonal vetado pela Comissão Atlética de Nevada. Após a proibição do tratamento, muitos lutadores apostaram no fim da carreira do brasileiro. Porém Vitor mostrou foco e determinação durante o seu período de treinamento e até postou várias fotos e vídeos em sua conta do Instagram, mostrando que o seu preparo físico está em ordem. Será?;

960_8fd916a0-d585-3c0e-a610-b5f3e6590fd2

Foto: UOL/ESPN

***[Fique por dentro: Vitor Belfort vinha usando a Terapia de Reposição Hormonal (TRT) por indicação e  acompanhamento médico.  Com o uso desse estimulante junto aos treinos, os atletas que praticam a reposição hormonal demonstram vigor físico acima do normal para  a idade. Ou seja, é como Vitor Belfort possuir a disposição de um moleque de 20 anos, porém com a experiência de seus 38 anos. Ate ágora, apenas alguns estados americanos proibiam a substância, mas com uma decisão da Comissão Atlética de Nevada de banir o produto desde fevereiro de 2014, todo o país está sujeito à proibição. Vamos fazer uma comparação:

A foto da esquerda mostra o corpo de Belfort em 2013 quando lutou contra  Bisping, Rockhold e Henderson e ganhou de forma avassaladora. Já a foto da direita foi tirada nesta semana para a divulgação da luta de sábado. Perceba que a definição corporal de Belfort é menos acentuada após o banimento do uso do TRT.

Este final de semana acompanharemos o desfecho da história. Será que o corte da terapia irá prejudicar a performance de Belfort ou o seu rendimento do Fenômeno será o mesmo?]

unnamed (6)

4) Nos 2 duelos mais importantes da noite, 3 lutadores são americanos. Anthony Johnson enfrentará Daniel Cormier, ambos dos USA, e Chris ‘All American’ Weidman que defenderá o cinturão do Peso Médio contra Vitor Belfort.

5) Não ser americano não significa que Vitor Belfort está em desvantagem em questão que envolve torcida e apostas a seu favor;

***[Fique por dentro – O contato do brasileiro com o povo americano é grande, já que sua vida é estabelecida por lá, além de sua aparição na tv americana é constante. A previsão é que a torcida no MGM Las Vegas Hotel seja dividida, já que também teremos um grande número de brasileiros na arena. Será uma batalha dentro e fora do octógono].

6) Na luta que antecede o co-main event, o também americano Donald Cerrone está a poucos passos de disputar o cinturão dos leves. A expectativa é que ele se saia bem contra o canadense John Makdessi, que vem de uma fácil vitória. Na verdade Makdessi caiu de paraquedas na luta. Este duelo era para ser entre Cerrone e o russo Kabib Nurmagomedov que valia, até então, a vaga de desafiante ao título de Rafael dos Anjos no Peso Leve. Dependendo do resultado deste combate, a categoria dos Leves irá ter um novo desafiante para o brasileiro;

7) Vitor Belfort pode ser o primeiro lutador a conquistar o cinturão em 3 categorias diferentes do UFC. São elas: Peso Pesado, Peso Meio-Pesado e, caso vença Weidman, Peso Médio.

8) Chris Weidman ainda não fincou 100% seu nome do UFC. Muitos críticos e fãs ainda duvidam da capacidade do lutador. Caso ele vença Belfort, Weidman pode mandar o famoso “#chupa” pra todo mundo!

crisweidman_coletivaufc2_evelynrodriguez_95

Foto: Globo.com

[Fique por dentro: Chris ‘All american’ Weidman ainda não conseguiu alavancar seu nome e sua imagem. Ele foi o cara que bateu Anderson Spider Silva e o mundo não o conhece.  No ano passado, 2 meses após a segunda luta contra Spider, um taxista não o reconheceu e falou dos lutadores de forma prejorativa e Weidman explicou através de suas Mídias Sociais: “No meu caminho para o aeroporto hoje, tive uma pequena conversa com o motorista do meu táxi sobre o que ele acha sobre aqueles ‘lutadores de gaiola’ que têm mais testosterona do que cérebro. Então ele me perguntou se eu trabalhava com essa indústria depois que disse que estava indo para as lutas em Dallas. Eu disse que sim. Então ele perguntou se eu era um lutador. Eu disse que sim. Fim da conversa. Não preciso nem dizer que tive um restante de viagem bem silencioso no caminho todo.”  O combate contra Vitor Belfort irá provar se Weidman está pronto para dominar a categoria dos médios ou não.

 

ufc-187Não tem outro título para se  dirigir à edição 187 do UFC!  É só falar sobre o Co-Main Event, que a discussão começa. Quem vencerá entre Weidman e Belfort ? E o Main Event, que trará o novo rei dos Meio-Pesados? O que dizer sobre Daniel Cormier e Anthony Johnson?

Estamos falando de um card que irá colocar dois cinturões em jogo com duas super lutas de tirar o folego. Ok, certo… Jon Jones não está no card porque se envolveu em um acidente de trânsito, não prestou socorro e ainda foi achado um cachimbo de maconha em seu carro. Mas será que foi motivo para Jones perder o cinturão e ser cortado do UFC por tempo indeterminado? Muitos assuntos polêmicos fazem o charme do UFC 187. O importante é que a novela está chegando ao fim e veremos o desfecho de toda a provocação envolvida entre Belfort e Weidman.

Bom… Sábadão está chegando e estarei grudado na televisão para ver o resultado de um dos cards mais esperados do ano. Façam suas apostas, deem seus palpites, fechem a jaula e soltem os leões!

Para finalizar este post e fomentar ainda mais a expectativa do fã do MMA, o UFC divulgou um vídeo que traz os melhores momentos dos lutadores que fazem parte do Main e Co-Main event do UFC 187. Enjoy, baby!

1216

Nota do autor: De novo o fantasma do “menisco zoado” passou na  Jackson’s Submission Fighting. A primeira vez foi no UFC 171 com Carlos Condit. O  atleta de Greg Jackson precisava passar por Tyron Woodley para chegar mais perto da liderança do ranking dos pesos meio-médios, mas durante o combate, Condit lesionou o menisco e ainda sofreu uma ruptura total no ligamento cruzado anterior de seu joelho direito.”Dilicia!!”

Carlos Condit está se recuperando da lesão e ainda não foi divulgado nenhuma nota falando o seu estado atual e, nem sequer, uma previsão de quando o atleta voltará ao octógono.


A história do menisco se repete na academia de Greg, porém desta vez envolve o campeão dos meio-pesados, Jon Jones, que está

gustafson_jones_cormierimpossibilitado de lutar em setembro contra Daniel Cormier. Essa poderia ser uma das lutas mais esperadas do segundo semestre deste ano, porém não é preciso se debater por isso,  já que o combate entre Jon Jones e Daniel Cormier foi adiado para 3 de janeiro 2015 no UFC 182 em Las Vegas.

Quem não curtiu essa mudança foi o sueco Alexander Gustafsson. Digamos que o sueco ficou FU***O da vida ao saber que ele não foi escalado novamente para a luta contra  Jon Jones, já que até janeiro, Gustafsson estaria 100% recuperado de sua lesão sofrida, que ocasionou a substituição dele  por Daniel Cormier: – “Acabar de ouvir as notícias de que Jones está machucado e a luta [contra o Cormier] foi remarcada para 3 de janeiro??? Até lá, eu estarei mais do que pronto, essa era a MINHA luta no começo e eu QUERO a luta como o número 1 da categoria. Fim de história”. 

Bom, a luta entre Jones e Cormier está oficializada no site do UFC e não tem conversa. O cinturão está definitivamente continuará na América.

Vamos tentar entender o que aconteceu com o joelho do campeão?

joelho_vista_anteriorGreg Jackson, treinador de Jon Jones,  explicou o que aconteceu: “Jon machucou o joelho durante um treino de wrestling com Alistair Overeem. O campeão pisou de forma errada no chão, girou a perna para o lado errado e caiu.” Jackson classificou a lesão como uma fatalidade do esporte. A “brincadeira” resultou em uma  lesão no menisco e por isso o campeão terá que ir à mesa de operação.

Vocês sabem o que significa uma ruptura no menisco do joelho?? Vamos a uma rápida explicação:

Os meniscos são estruturas que servem como amortecedores entre o femor (osso da coxa) e a tíbia (osso da canela) e foi o menisco medial que o campeão rompeu. A figura ao lado mostra internamente como é o nosso joelho. O rompimento do menisco significa um rasgo em seu corpo e, a função de amortecer os impactos entre as estruturas de sustentação do Femor e da Tíbia, serão alterados.

O que Jon Jones pode estar sentindo?

Deve estar sentindo uma dor grotesca na articulação. Quem já teve problemas com o menisco sabe que esse tipo de lesão obriga o repouso de todas as atividades físicas. Caso isso não seja levado a sério, é possível agravar ainda mais a lesão, o que pode levar a trazer um dano permanente ao campeão.

Sua volta aos treinos depende da resposta de seu joelho com os trabalhos na fisioterapia e a previsão padrão de recuperação para este tipo de rompimento pode der de até 5 semanas.

Espera-se a volta de Jones aos treinamentos até o meio de setembro, dependendo, é claro, da resposta de seus tratamentos fisioterapêuticos.

 Fonte: clinica Deckers\globo.com

UFC_170CARACOLES!!!!!!! Que animal este Card!!! Eu sei que muitos não deram tanta importância, porém para quem está acompanhando a história das últimas 3 lutas do card principal, nota que cada combate teve uma história além do octógono.

Ronda Rousey mostrou que realmente o trabalho de atriz não refletiu nada em seus treinos. Além de  mandar um “Shut a fuck up” para todos os críticos, Rousey arrancou aplausos da galera de Vegas em sua entrada no octógono, o que não havia acontecido em sua última luta, onde ela se tornou a vilã na luta contra Misha Tate.

A parada entre Daniel Cormier e Patrick Cummins era pessoal. Cummins, sem muita experiência no MMA (apenas 4 lutas feitas profissionalmente) apostou em usar das provocações. O que não faz muito sentido… pelo menos EU não provocaria o Daniel Cormier antes de uma luta contra mim. Você provocaria?

Demian Maia precisava passar por cima de Rory Macdonald para se garantir no top 5 da categoria. Macdonald, em contra partida, precisava da vitória para se “ajeitar” na fila dos próximos desafiantes do cinturão, já que foi a categoria em que Georges St Pierre deixou o título de campeão em aberto. Macdonald é um forte candidato a ser o primeiro da fila para desafiar o novo campeão do Peso – Médio.

Vamos falar sobre as lutas!!!!

RONDA ROUSEY vs SARA MCMANN

474306577“Se tem uma mulher que pode vencer a Ronda, esta é Mcmann” – Kyra Gracie durante a entrada da Mcmann.

Claro, não vamos crucificar a Kyra com palavras comentadas ANTES do combate, mas que foi ironia, foi. Em 1 minuto e 3 segundos, depois de uma joelhada certeira no fígado, a Wrestler americana Sara Mcmann deu aquela entortada e foi ao chão, fazendo o arbitro acabar rapidamente o combate. Foi uma luta rápida, porém com muita ação. A campeã foi para a trocação, acertou bons golpes, porém levou alguns jabs e diretos de Sara.

474306581

Os golpes contundentes foram aplicados pela Ronda foram mais numerosos no pequeno tempo de combate. O que me chamou atenção foi um direto, que ao notar que a oponente estava mais próximo do que deveria, Ronda teve a sacada de flexionar o braço e aplicar uma cotovelada bem agressiva. A cada luta me surpreendo mais com a musa do Ultimate. Ela tem o melhor Judô do UFC, mostrou excelentes sequências na trocação e está mostrando uma agressividade que ainda não vi na modalidade feminina do Ultimate Fight Championship.

 

DANIEL CORMIER vs PATRICK CUMMINS

474302663

Um minuto e vinte foi o tempo que Daniel Cormier precisou para fazer Patrick Cummins calar a boca. Sim, Cummins falou tanto, tanto, que se pegarmos todos os depoimentos dele, iria dar mais tempo do que Cormier levou para deixa-lo na lona. Claro que Cummins não tinha experiência no UFC, tinha feito apenas 4 lutas como lutador profissional e ainda aceitou a luta faltando menos de 2 semanas.  Um cruzado vindo de um clinch por Cormier, “explodiu” no rosto de Patrick que ali perdeu o foco e tomou uma sequência AVASSALADORA aplicada por Daniel, que fez o juiz interromper a luta.

DEMIAN MAIA vs RORY MACDONALD

474302587

Demian Maia começou muito bem. Acho que todo mundo deu um pulo no sofá quando o paulistano arremessou Rory Macdonald em “single leg” no primeiro minuto no chão. Foram 5 minutos de domínio do mestre do Jiu Jitsu no UFC. Já no segundo, fuéééé … o que aconteceu, Demian??? Puxa, eu gritei igual um louco (desculpem vizinhos) mas não adiantou (lógico). No segundo round Maia perdeu a resistência, sentiu os golpes aplicados pelo americano e acabou tendo suas tentativas de leva-lo ao chão frustradas. Só uma observação. O Macdonald trabalhou o chute frontal no diafragma do Demian, para fechar a sequência de jab e direto. Com isso o brasileiro perdeu o foco no segundo round e foi para o corner totalmente entregue. Nos últimos 5 minutos, Demian até tentou voltar ao ritmo, conseguiu colocar o seu adversário ao chão, porém não manteve sua pressão e, com o americano em pé aplicando boas sequencias, coube a Demian se defender da trocação e manter a luta até o final. Na decisão dos juízes, Rory Macdonald levou a luta.