Posts com Tag ‘mma’

Por que confundem Jiu Jitsu com MMA?

Publicado: setembro 25, 2014 em Treinos
Tags:,

unnamed (5)Nota do autor – Combinei de fazer alguns rolas na academia de meu prédio com alguns amigos que praticam Jiu Jitsu. Era um final de semana ensolarado e estávamos empolgados por termos conseguido nos reunir logo de manhã. Todos nós estávamos prontos para ter uma manhã focada em aprender novas técnicas e fazer algumas lutas amistosas, sem nos limitarmos com o tempo no tatame. Queríamos apenas treinar e conversar.  Na hora de pegar a chave da academia, o sindico me perguntou que luta iríamos treinar. – “Nós vamos fazer um treino de Jiu Jitsu” – disse à ele. A expressão do senhor mudou. O sindico fechou a cara, franziu as sobrancelhas e disparou: “- Não quero ninguém saindo da academia sangrando. Isso é uma brutalidade… –

Bom, provável que o leitor que pratica Jiu Jitsu já deve ter passado por situações onde alguém confundiu o Jiu Jitsu com MMA. Porque essa ligação? É o que vamos abordar neste post !!!


Porque as pessoas confundem o Jiu Jitsu com o MMA?

Bom, é uma boa discussão, não?! Para entendermos melhor o motivo dessa confusão toda, sugiro que voltemos ao passado para relembrar a história do Jiu Jitsu, para então chegarmos a uma conclusão mais plausível sobre este assunto.

Segundo Carlos Gracie Junior, o Jiu Jitsu tem registros a partir do ano 2000 A.C.. Doido, não? A arte sempre esteve nas gerações passadas e, claro,  sofreu várias modificações até chegar no Brasil, no ano de 1914. Carlos Gracie foi o primeiro brasileiro a ter acesso a arte suave. Ele aprender e passou a seus filhos. Um deles era Helio Gracie. A história todos conhecem: Ele aprimorou ainda mais a precisão e desenvolveu uma forma onde uma pessoa pequena e com pouca habilidade muscular, pudesse desafiar de igual para igual um lutador mais forte. Essa foi a grande sacada! A técnica, agora atualizada por Hélio, era infalível. Tão infalível que a família Gracie desafiava qualquer mestre de qualquer arte marcial a desafiá-los a um duelo. O ganhador levaria uma fita com a gravação do duelo e todo o prestígio que era posto em jogo naquele combate. Foram anos fazendo esse teste, até chegarmos em  1993. Data em que o Jiu Jitsu  passaria pela sua maior provação. Teríamos naquele ano o primeiro MMA legalizado da história, com lutadores representando outras modalidades. Começava naquele momento a era MMA. Naquele tempo conhecido como “Vale Tudo”.  O representante do Jiu Jitsu foi nada mais nada menos que Royce Gracie, que não só foi o primeiro campeão da história do MMA, como provou a eficácia da nova arte, agora apresentada ao mundo. Como aquele garoto poderia bater em gigantes??? Como seria possível alguém estar em vantagem, mesmo estando por baixo em uma luta no solo?? A partir daquele dia, o conceito de luta profissional mudaria para sempre e o Jiu Jitsu alcançaria uma abrangência mundial.

O grande passo foi dado. O Jiu Jitsu  andou entrelaçado com o MMA e com isso os maiores e melhores profissionais aprovaram e aprenderam a arte suave para então entrar no octógono com um conhecimento de luta de solo, deixando-os ainda mais completos. A tentativa de o Jiu Jitsu ter seu nome e andar na própria sombra começa a transparecer. Apenas os leigos não enchergam a diferença e acabam por assimilar que é tudo a mesma coisa.  Quem sabe esta dúvida estaria extinta ao ser um esporte olímpico?  É só uma suposição, claro. Até lá, nós jiu jiteiros ainda faremos muito aquele tipo de expressão (da foto) quando leigos afirmarem que tudo é a mesma coisa.

Anúncios

Belfort Bisping-700No dia 19 deste mês teremos a primeira edição do UFC em São Paulo e a atração mais esperada da noite será a luta principal entre Vitor Belfort e Michael Bisping.

Para passar ao leitor do “Come Solto” uma idéia do que pode acontecer no dia, vamos comparar os dois atletas do “Main Event“.

vitor-belfortVitor Belfort tem 35 anos, 1,82 de altura e pesa 84 kg. Tem um cartel 21 vitórias, sendo elas 13 por nocaute, 4 por finalização e 4 por decisão. 10 derrotas mancham os números do brasileiro. 3 delas por nocautes, 2 por finalização e 5 por decisão. O carioca treina Boxe, Jiu Jitsu Brasileiro e dono de um striking inesquecível para suas vítimas (Wanderlei Silva que o diga).   De 325 tentativas de socos e chutes, o brasileiro teve 163 acertos em sua carreira no MMA e evitou 44% da tentativa de seus oponentes. Em suas tentativas de queda, Belfort teve sucesso em 6 das 8 no Grappling e evitou 63%  na tentativa de seus adversários.

lesnar-vs-mir-ufcMichael Bisping tem 33 anos, 1.88 de altura, pesa 84 Kg e tem 1.93 m de envergadura e praticante das modalidades Kick Boxing, Muay Thai, Karate e Jiu Jitsu Brasileiro. Tem 27 lutas em sua carreira do MMA e nisso o britânico tem boas marcas. De 27 atuações, Bisping conseguiu a vitória em 23 delas e saiu como derrotado em apenas 4. Suas vitórias foram definidas através de  14  nocautes, 4  finalizaçôes e 5 por decisão. Suas 4 derrotas foram marcadas por 1 nocaute e 3 decisões.  De 2087 tentativas de golpes, Michael Bisping teve sucesso em 840. A maioria foi em pé, com 584 acertos, 134 no Grappling, 122 no solo e evitou 70% dos golpes. De 56 tentativas de levar o oponente ao solo, ele teve 26 sucessos e evitou 63% de queda.

Daqui pra frente é contigo. Em quem apostaria suas fichas? Aqui é no papel. Na prática, somente dia 19!

Royce Gracie

Publicado: dezembro 23, 2012 em LUTADORES
Tags:, , , , ,

ImagemOs funcionários da “Livraria Cultura” do Shopping Morumbi em SP não teve muito trabalho para me convencer a comprar um DVD que fala sobre uma das figuras mais importante na história do MMA.

O “Ultimate Royce Gracie explica com ricos detalhes a história do Jiu Jitsu brasileiro e como isso refletiu para o MMA. Também é uma boa lembrança para os fãs do MMA que assistiram as primeiras edições do UFC.

O documentário gira em torno de uma entrevista dada pelo próprio Royce Gracie, que falou desde os costumes da família Gracie, até os tempos atuais. São 2 discos com uma “porrada” de informação!

Olá viciados no mundo MMA!

 Este é meu post de estréia do ‘Come Solto’ em versão PODCAST. O áudio traz pouco mais de 2 minutos de conteúdo sobre o UFC 154 e toda a expectativa que gira em torno do evento. No PodCast também falei sobre a polêmica luta entre Jon Bones Jones e o fanfarrão Chael Sonnen. Só clicar no link e escutar!

http://soundcloud.com/nando_cesar/come-solto-cap-001-tudo-sobre